.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Remexer gavetas

 

.Cuecas frescas

. Afinal, isto tem um final...

. Vamos a elas!

. Todos gabarolas, todos ig...

. O que os homens querem!

. Uma relação! O ponto de v...

.Cuecas sem elástico

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Elásticos

.Segue-nos!

Elástico da Cueca... o Blog!
Sábado, 9 de Junho de 2007

Sobre o egoísmo dos homens...

 

 

A diferença entre homens e mulheres manifesta-se de variadíssimas maneiras. Também no egoísmo os dois são diferentes.

 

Correndo o risco que se corre quando se generaliza sobre qualquer que seja o assunto acho que os homens são egoístas. É um facto!

 

Poderão responder que também há mulheres egoístas. Sim é outro facto, mas a diferença é que os homens são egoístas e mulheres egoístas! Tanto é da natureza do homem ser egoísta, como é da natureza da mulher ser generosa.

 

Os homens vêem-se como o centro do universo e gostam pouco da palavra partilhar, sobretudo quando se vêem obrigados a partilhar qualquer “coisa” que julguem ser deles, qualquer coisa que faça parte do território deles. Se não vejamos:

 

- Como é que vai ser o teu dia?

- … (tratar de uma série de coisas para a casa) … e depois tenho de ir dar o jantar à minha mãe. Não sei a que horas volto.

- E as tuas irmãs?

- A minha irmã U vai sair com o Z, a I esteve lá ontem, a T esteve ao almoço.

- E a J?

- Já sabes que não se pode contar com a J. Ela tem uma vida complicada por causa do estupor do D.

- E eu janto sozinho?

- Sim, deixo tudo preparado.

… Silêncio …

- Tu também tens marido, porquê que tens de ser tu?

- Porque amanhã é que é o dia da U e vai ser a vez do Z jantar sozinho.

- Mas porquê que não falam à J? Eu também posso começar a fazer-me de difícil.

- É lá com ela. Já tenho chatices que cheguem. Só me preocupo com a minha consciência. Cada um que se preocupe com a sua.

- Mas não é justo. São sempre os mesmos. És sempre tu.

- Estás a dizer isso porque não gostas de ficar sozinho, não por estares preocupado comigo.

- Pronto não se pode falar nas maninhas que ficas impossível. Pronto não digo mais nada. Sempre quero ver se amanhã vai a U e o Z fica sozinho…

(no dia seguinte em conversa com a minha irmã U chegámos à conclusão que os dois - J e Z - fazem as mesmas cenas…)

 

As mulheres podem fazer o que quiserem desde que não lhes roubem a atenção que eles querem ter em exclusividade…

 

Agora o que mais me custa nisto tudo é que os homens são assim por nossa causa! Somos nós, mulheres, que mais contribuímos para que eles sejam assim. Somos nós, mulheres. Somos nós, mães.

 

Começam por ser as mães a achar graça às brincadeiras brutas “à homem”, são as mães que exigem menos aos rapazes do que às raparigas quando se trata de tarefas domésticas, são ainda as mães que acham graça à maneira desprendida como eles tratam algumas amigas ou namoradas – “… tem uma menina que não o larga, mas ele não lhe liga nenhuma…, dizem com algum orgulho (!) – é o ar de mães aliviadas por terem um rapaz quando se fala em educação sexual (os pais das raparigas que se preocupem…). Enfim poderia continuar com mais exemplos mas acho que estes já chegam.

 

Depois nós, mulheres, que tendemos a ser um bocado “maternais” nas nossas relações quando somos atenciosas, quando facilitamos as coisas… até percebermos que muitas vezes entramos numa “rua de sentido único”!

 

Quando será que começamos a educar melhor os nossos homens?

 

Quando será que deixamos de ver as nossas noras como uns estupores que tratam tão mal os nossos filhos, e de sorrirmos em relação às manias tão engraçadas dos nossos genros?

 

Quando será que começamos a “ensinar a sensibilidade” aos nossos filhos sem medo que eles venham a ser vistos como gays?

 

É claro que eles também podiam aprender um bocadinho com a vida não?

 

Mas a verdade é que o egoísmo gera insensibilidade…

 

 

Esticado por In às 00:00
Esta cueca | Partir um elástico | Engavetar
50 comentários:
De Transbordices a 9 de Junho de 2007 às 00:46
Eu acho que as mulheres são bem mais egoístas, e o seu egoísmo vai ao ponto de não admitir que o são mesmo sabendo-o. Aliás, é natureza da mulher nunca admitir o que não lhe convém. Senão vejamos - o homem está sempre pronto a partilhar o amor, a mulher diz que é só quando ela quer. Já viu algum homem dizer a uma mulher - "agora não me apetece" e ser valorizado por isso ? Pois para as mulheres essa é a atitude natural. Também no que respeita aos filhos a mullher é mais egoísta, luta pela hegemonia do seu amor até quando sabe que os pode prejudicar, e muitas vezes não é fácil para os rebentos abrir asas e voar para fora do ninho. Então em casa nem se fala. Muitas vezes o homem não faz nada em casa porque são elas próprias que dizem que quem manda na cozinha são elas. Que nos resta a nós senão deixá-las exercer a soberania? Com uma cerveja na mão e a ver o jogo na tv? Então e quando chega o dia de saír com os amigos? aA fita que elas fazem, que só pensamos em nós, que gostamos mais dos amigos, que isto de dar mais atenção aos amigos que a elas tem que acabar. Definitivamente, nõa restam dúvidas - elas são mesmo muito egoístas e vão ainda por cima nos atiram os seus defeitos para coma dos nossos ombros
Cumprimentos
De In a 9 de Junho de 2007 às 01:01
Acho que está a baralhar um bocado as coisas. É claro que há mulheres egoístas mas não são a generalidade.
Eu vejo a mulher generosa, e na sua generosidade e na sua protecção alimenta o egoísmo dos homens.
Em relação à partilha do amor, se é que percebi onde quer chegar, acho que as coisa não podem ser vistas assim tão "ligeiramente", acho que isso pode ficar para outro post porque não se fala do egoísmo no amor.
A verdade é que, por culpa da mulher ou não, o homem não está preparado para ceder o seu espaço.
De Transbordices a 9 de Junho de 2007 às 01:14
Esse "ceder" pode ser a chave do problema. É um termo forte que na realidade não me agrada como "homem". E a si, na qualidade de "mulher", está pronta a "ceder" o seu espaço? Na minha óptica prefiro usar o termo "partilhar". "Partilhar" implica uma uma opção, "ceder" implica uma batalha perdida. Eu partilho o meu espaço quando quero e com quem quero. E você, está pronta para "ceder" o seu espaço com toda a constância com que deseja que os homens "cedam" o seu? Ou também prefere "partilhar" quando quer, como quer, e com quem quer como eu?
De In a 9 de Junho de 2007 às 01:50
A diferença está no sentido do "ceder".
Não fui feliz ao dizer que o homem não está preparado para ceder o seu espaço. O espaço não se cede, o espaço partilha-se. Aqui tem toda a razão.
Estou a falar de cedências que têm de ser feitas numa relação entre as pessoas. Estou a falar na generosidade, na compreensão que é preciso ter em determinadas alturas e que levam a que se ceda em alguns "pequenos" egoísmos ou possessividade ...
Se preferir, estou a falar de alguns "sacrifícios" que é necessário fazer numa relação.
Umas vezes cede um, outras o outro...
De AlfmaniaK a 9 de Junho de 2007 às 04:10
As mulheres são tão ou mais egoístas que os homens. Aliás a vaidade é uma forma variante do egoísmo e nisso elas batem-nos aos pontapés...
O que concordo é que as mulheres são bem mais altruístas que os homens e tudo e prol de manter uma relação de fachada mais ou menos felizes... o que for possível vá!

Mais, o egoísmo das mães é o egoísmo que se reflecte nos filhos. Se as mães não fossem egoístas e vaidosas, os filhos teriam menos de egoísmo masculino.
Nos homens o que há em grande escala é de facto essa noção de territorialismo que nem nós saberemos explicar, mas que nos fica bem. Egoístas ou não, nós gostamos de passear uma brasa na rua e dizer que esta é nossa! Isto é territorialismo, e não egoísmo. Se assim fosse, guardava-se o troféu em casa... e mesmo assim íam para o bar mostrar kodaks da peça!!!

Sobre o exemplo dado, porque não convidar o Z e o U para irem convosco jantar a casa da Mãe? Talvez se perca um bocado essa discussão... e aí ele será obrigado a dar o braço a torcer ou um território (casa) ou o outro (esposa)...

(bom... tentei argumentar da posição oposto, mas não consigo afirmar peremptóriamente que discordo com o post... por incrível que pareça depois do que escrevi, In, tens razão)
De In a 9 de Junho de 2007 às 15:29
Obrigada Alf.
Acho que é difícil discordar totalmente, sem querer ser presunçosa ou arrogante, uma vez que a minha opinião é de que na maior parte das vezes é a mulher a responsável por isso...
Ironias...
De Firenze a 9 de Junho de 2007 às 09:20
Relativamente ao post penso que apenas se pode dizer uma coisa..."lol"
Relativamente ao assunto, apenas posso dizer que as mulheres são bem mais egoístas que nós homens, tal como disseram a vaidade, e aquele gostinho que tem em ser o centro do universo apenas demonstra isso...nós homens podemos ser orgulhosos, mas muitas vezes ficamo-nos por aqui, mas (e talvez contradizendo o que acabei de dizer) como já ouvi dizer "Existe de tudo neste supermercado de Deus"...
De In a 9 de Junho de 2007 às 15:26
Relativamente ao seu comentário só posso dizer uma coisa... (lol) (lol)
Nada do que refere a seguir tem a ver com o tipo de egoísmo a que se refere o post.
De Bela Sonhadora a 9 de Junho de 2007 às 09:38
Será egoismo das mulheres quererem partilhar as tarafas domesticas do seu ninho de amor com o seu respectivo?

será egoismo das mulheres quererem segurança numa relação?

será egoismo das mulheres quererem conhecer verdadeiramente o seu amado?

será egoismo das mulheres quererem ser as mais bonitas e as mais desejadas das redondezas, contudo, fazem-no so a pensar na sua cara metade?

sao so algumas questoes, e que na maioria delas os homens nem vao saber responder porque estao tao ocupados a pensar no joguinho que vai dar logo à noite que nem se apercebem de tudo o que uma mulher faz so para ve-lo feliz, sem se quer pertubar o seu espaço, apenas lhe pede um pouquinho dele, que partilhe com ela um bocadinho do seu verdadeiro EU!
De AlfmaniaK a 9 de Junho de 2007 às 09:56
Não! Não acho que seja egoísmo querer partilhar as tarefas domésticas com o respectivo, porém acho que é egoísmo exigir que seja na hora que elas "mandam" fazer e da maneira que elas "exigem" fazer.

Não! Não acho que seja egoísmo querer segurança numa relação, porém acho que já é egoísmo exigir fidelidades físicas como os olhares pontuais... epá acontece!

Não! Não acho que seja egoísmo querer conhecer o seu amado, porém considero egoísta a forma como elas querem que o amado seja, censurando o seu comportamento "animalesco".

Não! Não acho que seja egoísmo quererem ser as mais bonitas a pensar na sua cara metade, porém acho curioso o facto de alegarem isso durante as jornadas de futebol e de 2ª à 6ª alegarem que é para se sentirem mais confiantes.

Felizmente comentei antes de haver jogos na TV... provavelmete estaria distraído com 22 gajos em campo a correr atrás de uma bola, e por sua vez todos com um fulano de apito em punho a correr atrás deles... Como em tudo, as relações nem sempre são matemáticas, afirmar que os homens são mais egoístas que as mulheres é falso, tal como o contrário é. Acho que não se pode aplicar matemáticas nisto das relações...

...e não, não gosto de futebol. Devo ser um pouco mais egoísta, ou então não!
De In a 9 de Junho de 2007 às 15:33
Ao Alf :
1. Salvo algumas excepções há horas para tudo.
2. A exigência dessas fidelidades tem a ver com inseguranças, baixa auto-estima, e não com egoísmo.
3. O animalesco já depende dos casos e das relações. Mas há coisas como o instinto que se têm de compreender embora se possa não gostar.
4. Quando isso acontece é porque não se definiram os espaços de cada um. Tem a ver com o tipo de relação que se tem, terá a ver com o respeito pelo outro (e pelos gostos do outro) e não com egoísmos.
De In a 9 de Junho de 2007 às 15:22
À Bela Sonhadora:~
São as pequenas coisas que se fazem no dia-a-dia que reflectem a generosidade e o altruismo das mulheres e que passam despercebidas aos homens.
Na maior parte das vezes os homens tomam tudo isto por adquirido e não se questionam.

De Bela Sonhadora ( ou adormecida lool) a 9 de Junho de 2007 às 16:09
pois e o problema esta mesmo aí, é que para além de ser cansativa essa situação também é frustrante uma vez que ao tomarem isso como um dado adquirido nao dao po valor devido, nem se quer o resconhecem, e é obvio que ao passar do tempo as mulheres cansam-se e começam elas a perder o interesse neles

quer dizer eu pelo menos falo por mim...
De In a 9 de Junho de 2007 às 16:15
Pode acontecer, pode acontecer...
Talvez o segredo esteja em tentar ensinar...
Quando os homens não vêm certas coisas cabe-nos a nós mulheres fazer com que eles vejam. Acho que quando queremos, quando achamos que vale a pena, sabemos fazer isso muito bem...
Pode levar o seu tempo... mas compensa!
De Maeve a 9 de Junho de 2007 às 10:41
A verdade é que todos nós sofremos do egoismo e isso não há volta a dar.
Nem que seja uma vez na vida.
Eu já fui!!! E ainda sou.

Quem nunca foi egoista que atire a primeira pedra!!!

Beijocas
De Cláudia Oliveira a 9 de Junho de 2007 às 11:21
No minimo atirava uma pedra ao Adão, estupor egoista esse.
De In a 9 de Junho de 2007 às 15:06
Ninguém é santo ou "madre Teresa"! Todos nós somos capazes de actos ou atitudes de egoísmo.
Aqui está-se a falar do egoísmo característico dos homens. O das mulheres é diferente!
De Maeve a 9 de Junho de 2007 às 16:44
Em quê?
Onde está a diferença?
De In a 9 de Junho de 2007 às 17:18
Tem a ver com os vários tipos de egoísmo, que surgem em situações diferentes.
Neste tipo de situações as mulheres têm tendência a ser mais generosas, mais compreensivas, mais altruístas.
Se querem falar no EGOÍSMO então não vale a pena argumentar porque de uma maneira ou de outra, numa situação ou outra, todos somos ou fomos egoístas.
Mas se formos por aí, já todos confundimos amizades, todos temos pudores, todos temos “taras”, todos temos instintos, todos somos ou fomos incoerentes, todos ultrapassámos limites…
A minha opinião é a de que todos temos defeitos, acho que há uns defeitos que são mais característicos dos homens (embora possa haver mulheres que também os tenham), e que há outros que são mais característicos das mulheres (embora haja homens que também os têm).
Com as experiências que a vida nos dá (independentemente da idade de cada um) podemos, ou não deixá-los pelo caminho...
De Cláudia Oliveira a 9 de Junho de 2007 às 11:20
Como é que se mete o egoismo nos sexos?
Nao deveria ser por cada elemento do ser humano?
O egoismo tem sexos?

De Maeve a 9 de Junho de 2007 às 11:35
Morena
Na minha opinião!!

Não tem sexo, não tem genero, nem tem nada.
Está nos genes... eheh

De Cláudia Oliveira a 9 de Junho de 2007 às 11:44
Ora aí está. Para além dos genes, está na cabeça, na conta bancário, no armario da roupa e no comando de televisão.
De Dr. Feliz a 9 de Junho de 2007 às 12:35
Este texto (bem estruturado) é de um profundo egoísmo - que as mulheres tem o exclusivo da generosidade.

É o mal de se conhecerem os homens errados ou então de os compreenderem muito mal. Depois admiram-se.
De In a 9 de Junho de 2007 às 15:08
Não terão o exclusivo, mas faz parte da sua natureza. A mulher (ou fêmea na natureza) é protectora, é altruísta.
De In a 9 de Junho de 2007 às 15:36
Pois, quando há falta de compreensão, dos dois lados, tudo fica mais difícil.
Mas isso é essencial para o convívio entre duas pessoas!
De V.A.D. a 9 de Junho de 2007 às 13:41
Embora os comportamentos sejam também fruto de convenções sociais, é indiscutível que as hormonas têm um papel crucial nas diferenças de atitude...

Um beijo...
De Bela Sonhadora a 9 de Junho de 2007 às 14:07
essa agora nao percebi entao as hormanas são as culpadas pelas mulheres serem generosas demais e os homens serem excessivamente egoistas??

De In a 9 de Junho de 2007 às 15:15
É a realidade minha cara Sonhadora!
De V.A.D. a 9 de Junho de 2007 às 22:34
Visita www.sfu.ca/~dkimura ,e lê os artigos “Human sex differences in cognition, fact, not predicament” e “Sex hormones influence human cognitive pattern”.

Cumprimentos

(Desculpem a intromissão, desta forma abusiva, no vosso blog)
De In a 10 de Junho de 2007 às 01:04
Obrigada pela informação.
Já fui espreitar e já li, embora "por alto", e são muito elucidativos. Requerem uma leitura mais atenta, o que farei assim que puder.
Tudo quanto possa contribuir para o conhecimento não é abusivo...
De V.A.D. a 10 de Junho de 2007 às 01:51
Obrigado. A dica era em especial para a Bela Sonhadora, pois pareceu-me ter manifestado alguma estranheza em relação à minha afirmação.
Fico satisfeito por saber que a informação pode ser de alguma utilidade... :-)

Um beijo...
De In a 10 de Junho de 2007 às 04:19
Eu percebi, mas gostei de ver.
Contribuiu para aumentar os meus conhecimentos. Estamos sempre a aprender coisas novas ou a aprofundar o poucos conhecimentos que possamos ter .

Um beijo
De In a 9 de Junho de 2007 às 15:14
Defenitivamente! É indiscutível.
Embora o homem comece a aprender certo tipo de comportamentos.

Um beijo...
De Firenze a 9 de Junho de 2007 às 15:41
Para a In:

Na minha opinião só existe um tipo de egoísmo e n muitos, aquilo que disse são apenas exemplos de como as mulheres são mais egoístas que os homens, apenas isso...
De In a 9 de Junho de 2007 às 16:01
Então partimos de princípios muito diferentes...
Eu acho que há variadíssimos tipos de egoísmo. Acho que têm pesos diferentes.
São maneiras diferentes de ver a coisas...
De cigana a 10 de Junho de 2007 às 03:17
Tens razão. Costumo dizer que imensos homens sofrem do síndroma de Peter Pan - ficam para sempre crianças irresponsáveis.
Mas é porque foram criados assim e depois acharam mais conveniente continuar.
De In a 10 de Junho de 2007 às 04:22
É isso.
Há coisas que são instintivas, outras são culturais, sociais, etc. Mas nada impede que possamos corrigir o que merece ser corrigido...

Partir um elástico

O Elástico no Sapo Spot!!


.Lixívia

unidade(s)

.Estendal