.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Remexer gavetas

 

.Cuecas frescas

. Afinal, isto tem um final...

. Vamos a elas!

. Todos gabarolas, todos ig...

. O que os homens querem!

. Uma relação! O ponto de v...

.Cuecas sem elástico

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Elásticos

.Segue-nos!

Elástico da Cueca... o Blog!
Domingo, 29 de Julho de 2007

Acabem lá com isso...

Estou farta de ver publicidade machista . Sim sim! Estou farta de ver publicidade sobre limpezas, máquinas de lavar e calcário, desengordurante de fogão ou limpeza de casa de banho. É típico ver-se uma mulher com ar de "ai coitada que não deve fazer mais nada que lavar e esfregar", com ar desarrumado e nódoas na camisola, quando essa não está amarela porque não usa a melhor lixivia. A mulher não deve ser reduzida à função de objecto publicitário que transmite a ideia que só serve mesmo para lavar e tomar conta da porcaria que o homem faz. Não Não.

Como mulher, reclamo publicidade sobre produtos de limpeza e a melhor lixivia, com a imagem masculina mais fragilizada. Afinal não ajudam em casa? Ou essas tarefas só competem às mulheres? Acabem com a transmissão  da ideia errada, não eduquem de forma incorrecta estes homens que já estão mal educados. A publicidade não deve sugerir a ideia de uma inferioridade da mulher, afinal nós somos muito mais que uma simples vassoura ou esfregona.

Estampa:
Esticado por Cláudia Oliveira às 11:19
Esta cueca | Partir um elástico | Engavetar
30 comentários:
De Neusa Beatriz a 29 de Julho de 2007 às 14:01
Infelizmente a Mulher é "pau para toda a obra" no que diz respeito aos trabalhos domésticos e às vezes nem só... Os homens só querem sofá, jornal, futebol e bebida.
Jins e bom domingo
De Cláudia Oliveira a 30 de Julho de 2007 às 15:25
E sexo... esqueceste desse interesse que se pode incluir no fraco pacote masculino.
De M a 30 de Julho de 2007 às 06:39
Cada vez mais para lá caminhamos. Há muito trabalho já feito, sem dúvida. Mas, acredito que mais depressa a substituição se dê com um robôt do que com um homem...
É complicado remar assim contra as raízes
De Cláudia Oliveira a 30 de Julho de 2007 às 15:25
Robot?
As mulheres vão deixar de fazer as lides domésticas? UAU
De texticulos a 30 de Julho de 2007 às 12:29
Acreditam que pondo homens, fragilizados, na publicidade a detergentes e afins, nos levam a fazer os trabalhos de casa. AHAHAHAHAH!!!!!

Acreditam que é a publicidade que nos educa. AHAHAHAHAHAH!!!!!
De Cláudia Oliveira a 30 de Julho de 2007 às 15:28
Claro que se educam com a publicidade. Não são vocês que cada vez que vêm um carro numa publicidade em que transmite velocidade e sucesso com as mulheres, são os primeiros a querer comprar? Não são vocês que cada vez que vêm a publicidade do Mac Donalds vão a correr fazer um jantar romântico com a namorada ou companheira?

No teu caso, nem com publicidade farias as tarefas domésticas. Falta de soluçao neste caso, tenho pena.
De texticulos a 30 de Julho de 2007 às 16:32
Tens toda a razão, agora, reparo como as ruas estão pejadas de Ferraris e outros que tais e as mesas do MacDonalds cheias de velinhas com casais apaixonados a jantar! Essa visão do "Homos Pavlovianus" é tão reducionista como a da publicdade que tal se fala neste post.

Bateste na porta errada, com publicidade ou não, lá em casa se não for eu fazer as coisas, ninguém mais as faz. Claro vivo sozinho.

O teu nick diz tudo! :) À algum tempo atrás, conversando sobre o mesmo tema, chegámos a algumas conclusões e acredita, certos "maus feitios" influenciam bem mais que a publicidade.
De texticulos a 30 de Julho de 2007 às 16:35
Tens toda a razão, agora, reparo como as ruas estão pejadas de Ferraris e outros que tais e as mesas do MacDonalds cheias de velinhas com casais apaixonados a jantar! Essa visão do "Homos Pavlovianus" é tão reducionista como a da publicdade que tal se fala neste post.

Bateste na porta errada, com publicidade ou não, lá em casa se não for eu fazer as coisas, ninguém mais as faz. Claro vivo sozinho.

O teu nick diz tudo! :) À algum tempo atrás, conversando sobre o mesmo tema, chegámos a algumas conclusões e acredita, certos "maus feitios" influenciam bem mais que a publicidade.
De Cláudia Oliveira a 30 de Julho de 2007 às 17:05
Claro que fazes as coisas lá em casa, ou isso ou viveres no meio de merda. Mas claro, quando os homens têm alguem para fazer o trabalhinho, deixam de saber fazer as coisas.
De texticulos a 30 de Julho de 2007 às 17:18
Houve coisas que aprendi em pequenino e não esqueci e a sanita serve para isso mesmo.

O caso que tu referes, normalmente não é tão linear. Existe muitas vezes, uma boa diferença entre o saber fazer e fazer da maneira que a outra pessoa acha que está bem feito. E dou de barato a "natural" distracção para o detalhe, que fácilmente pode ser treinada. Mas é neste ponto os "maus feitios", de parte a parte, tendem a soltar-se e a não contribuir para a resolução da situação.
De sextrip a 4 de Agosto de 2007 às 15:16
« Mas claro, quando os homens têm alguem para fazer o trabalhinho, deixam de saber fazer as coisas. »

a expressão : "tu sai daqui, que não percebes nada disto", não te diz nada pois não?!?
lol lol lol
muitos homens conhecem-na bem.

sim, é verdade, somos mais oportunistas do que propriamente machistas nestes casos.
se temos alguém disposto a fazer as coisas por nós e até "mais bem feitas"...... para que raio nos havemos de chatear?!?

para que conste:
também vivo sózinho e se trato da minha casa e respectivo recheio não é tão basicamente para evitar "viver na merda" - essa é uma ideia feminista perfeitamente idiota!
De texticulos a 30 de Julho de 2007 às 16:39
Tens toda a razão, agora, reparo como as ruas estão pejadas de Ferraris e outros que tais e as mesas do MacDonalds cheias de velinhas com casais apaixonados a jantar! Essa visão do "Homos Pavlovianus" é tão reducionista como a da publicdade que tal se fala neste post.

Bateste na porta errada, com publicidade ou não, lá em casa se não for eu fazer as coisas, ninguém mais as faz. Claro vivo sozinho.

O teu nick diz tudo! :) À algum tempo atrás, conversando sobre o mesmo tema, chegámos a algumas conclusões e acredita, certos "maus feitios" influenciam bem mais que a publicidade.
De texticulos a 30 de Julho de 2007 às 16:51
Desculpem, passou-se!!
De Cláudia Oliveira a 30 de Julho de 2007 às 17:04
Bem, o gajo está gago...
De sextrip a 4 de Agosto de 2007 às 15:25
« Não são vocês que cada vez que vêm a publicidade do Mac Donalds vão a correr fazer um jantar romântico com a namorada ou companheira? »

DASSEEEEE...
mas que raio de gajos é que tu conheces?!?!?!?
levam as namoradas a "jantares românticos" num McDonalds?!?!?!?
lol lol
nada contra, nada contra... se o puto tiver 12 anos até que é bem querido da parte dele, topas?
De Xana a 30 de Julho de 2007 às 14:23
Desculpa lá, mas ao dizeres "o homem ajuda em casa", estás precisamente a confirmar o preconceito que criticas. Se os homens "ajudam", então as tarefas domésticas não são responsabilidade deles, são da exclusiva responsabilidade das mulheres.
E que tal se começarmos todos a "partilhar"? Não te parece que transmite melhor a ideia de co-responsabilização pelas tarefas?
De Cláudia Oliveira a 30 de Julho de 2007 às 15:29
Tens alguma razão no que dizes mas eu parto do principio que eles não costumam partilhar esse tipo de coisas e só têm mesmo capacidade para ajudar. Ou seja, ver a ser feito para tentar fazer igual. Coisa dificil naquelas cabeças.
De texticulos a 30 de Julho de 2007 às 16:52
Ai, dou a mão à palmatória!
De Crestfallen a 31 de Julho de 2007 às 11:26
A verdade tem de ser dita, eu e a minha mãe usamos o mesmo detergente e a roupa dela fica melhor que a minha.

Se um anuncio fosse protagonizado por um homem, todas as mulheres iriam dizer "a culpa não é do detergente, mas sim daquele gajo que não percebe nada daquilo!".

Sendo uma mulher, já as outras dizem, "realmente temos de mudar de detergente".

Os anúncios, não são machista, são sim dirigidos a um grupo onde se usam elementos desse grupo. O machismo, feminismo, racismo, está sim nas nossas cabeças.

Já agora vamos fazer anúncios de tampões com homens a dizer que é confortável e super absorvente!
De AlfmaniaK a 31 de Julho de 2007 às 14:07
Pronto, a minha opinião é muito semelhante a esta...
De inesantosiej a 31 de Julho de 2007 às 14:14
concordo plenamente... a publicidade ta cada vez mais estupida...
De vicio a 31 de Julho de 2007 às 15:19
e imagino que ias gostar de os ver só de avental sem mais nada por baixo...
De Cláudia Oliveira a 1 de Agosto de 2007 às 10:36
Se tiveres a falar de ti, a resposta é NÃO!
Agora se estás a falar no Cristiano Ronaldo com um saco na cabeça, a resposta é SIM!
De vicio a 1 de Agosto de 2007 às 11:12
desculpa! não sabia que o post era dedicado a mim!
pensei que fosse dedicado aos tipos da publicidade...
De Bela Sonhadora a 31 de Julho de 2007 às 18:01
Vicio: hummmm se imaginar um jude law, por ex, de aventalinho é bom, pergunto-me como será na realidade heheheh


Ps. Caros elasticos como me tem linkada aproveito pa dizer que o meu endereço foi alterado, sendo ele agora o seguinte: terradesonhosepesadelos.blogspot.com
De Monica a 1 de Agosto de 2007 às 23:09
Ora ai estaaa!!

É verdade sim senhora. E isto é a prova de que se disfarçam mentalidades, parece que tudo evolui e depois nas coisas que parecem passar despercebidas, de tão naturais, como a publicidade, encontra-se ainda a verdadeira essência de uma mentalidade que neste país muito reinou.
Mesmo quando hoje em dia, uma mãe tem um filho e uma filha, mesmo que de forma muito mais subtil, o tratamento é diferente, no que refere a estas questões. E eu falo por experiência própria, mesmo que seja quase imperceptivel.

Já agr homens de avental parece-me muito bem..xD

beijinho*
De sextrip a 4 de Agosto de 2007 às 14:55
a publicidade não educa ou deseduca - influencia!

curiosamente (na televisão, por exemplo) 75% dela tem como alvo principal a mulher e mesmo nos restantes 25% ela é um alvo secundário.

terás de fazer uma pesquisa e tentar saber quantas mulheres (de todos os géneros, não só do teu) estariam receptivas a verem homens a actuar no seu feudo - pois que para muitas mulheres, apesar de chateadas com esse facto, a cozinha, a culinária, a casa em suma são um "feudo", onde mandam.

até um comentário aqui feito, sugere isso mesmo.
porque terá um homem de ser, logo à partida, um completo incapaz na lida da casa?!
será mesmo assim, ou... isso é a ideia que convém às mulheres terem de um homem?! e se assim somos... para que se quererá então que partilhemos essas lides?! é incoerente.

opinião pessoal : os homens detestam a lida da casa - é verdade! não porque não esteja nos nossos genes, ou porque não fomos convenientemente formados por mães e pais para a tarefa, mas simplesmente porque a detestamos como tarefa rotineira e monótona.
e por a detestarmos, temos vindo a inventar tecnologia para a resolver - quantas pessoas hoje em dia (mulheres ou homens) lavam roupa num tanque? quem varre uma casa em vez de a aspirar?
qual é a carga de trabalho em casa hoje em dia comparada com a de há 40 anos atrás?!
quantos homens, actualmente, não põem a sua roupa numa máquina de lavar e tratam dela?! também poderão perguntar porque é que, no raio do anunciozinho, não aparece um homem a fazer isso...

eu talvez mesmo pergunte porque é que muitas mulheres que têm "mulher a dias", a quem tratam como "mulher de 2ª categoria", continuam a apontar esta injustiça da divisão de tarefas?
e muitas outras coisas mais...

mas voltando à "vaca fria"

em Portugal, todas as tentativas dos publicitários em inverter determinados papéis, designadamente de colocar homens em tarefas ditas femininas ou foram goradas logo à partida pelo cliente (que paga a campanha) ou, as poucas que passaram, tiveram má receptividade por parte do público.
ora se o público é maioritariamente feminino...... algo aqui não bate certo e a tua reivindicação está traída algures.

Partir um elástico

O Elástico no Sapo Spot!!


.Lixívia

unidade(s)

.Estendal