.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Remexer gavetas

 

.Cuecas frescas

. Afinal, isto tem um final...

. Vamos a elas!

. Todos gabarolas, todos ig...

. O que os homens querem!

. Uma relação! O ponto de v...

.Cuecas sem elástico

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Elásticos

.Segue-nos!

Elástico da Cueca... o Blog!
Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

Mulheres: conduzir ou não conduzir? Eis a questão! (que nós homens colocamos e com cautela)

....socorro!??

 

 A condução.
Podia abordar a capacidade de dirigir, ser condutor ou líder de algo, mas vou falar da condução propriamente dita. Carros, peões, sinalização e afins...


Conheço muita gente boa ao volante e toda a minha opinião é reflexo da observação directa do meu universo, e da experiência empírica (quando me aventuro a viajar numa viatura...  em particular conduzida pelo sexo feminino). De tudo o que se me oferece dizer, começo pelo seguinte: as mulheres confirmam os ditos populares  "Mulher ao volante, perigo constante", "Mulher a conduzir, tudo a fugir", etc. etc.!

Posto isto, vejamos a minha perspectiva:


Há vários tipos de condução, e vários tipos de condutores, e eu apenas vou abordar, segundo o género, os tipos de carácter negativo.
Sei que não há melhores ou piores... sei que não se justifica qualquer generalização, porém e segundo o que afirmei ao início, a minha experiência, directa e indirectamente pensada sobre o assunto, resultou num parecer que define homens e mulheres ao volante, dentro destes tipos:

Homens são mais arriscados!
Mulheres são mais ofensivas!

 

Por arriscados entendo que são mais dados à inconsciência das consequências. Altas velocidades, contra-ordenações, álcool, enfim... tudo o que envolva o condutor como se não houvesse nada à volta, ou responsabilidades que exigem resposta, não há receio em colocar-se em risco, antes pelo contrário, há adrenalina!

Por ofensivas entendo como sendo uma condução pouco ou nada defensiva, onde o princípio de prioridade é levado à letra, onde a ideia de a razão estar do seu lado é absoluta.

 

Em ambos os casos, não partilho de nada que possa ser benevolente. Gosto de conduzir e gosto de andar em segurança, mas realmente não sei, destes, qual devo ter mais receio... penso que delas!

 

Porquê?
Porque uma condução baseada no princípio "se bater o outro é que paga" assusta-me imenso, principalmente se andar a pé. Primeiro porque este tipo de condução implica na maior parte das vezes um terceiro (que podia ser eu - é esta a parte que me mete medo), a condição de vitimização tão reconhecida à mulher, só facilita que caso eu me descuide com a minha viatura, ou ao atravessar a passadeira num vermelho, que uma mulher... enfim, decida aplicar o código com todo o rigor e ou me bata de lado, porque tinha prioridade, ou me "passe a ferro" porque eu não tinha nada que estar ali no meio da estrada.

 

Por outras palavras, aos senhores sugiro que invistam em carros, o mais tardar, de 1987... talvez assim se acalmem. Às mulheres sugiro que ao tirar o código, tenham também aulas do código civil. Só naquela...

AlfmaniaK

[Em baixo fica a opinião da Mau_Feitio... com uma perspectiva claramente virgem deste mundo que, aparentemente, pertence aos audazes e não aos medrosos... como eu!

Vá lá, leiam e digam de vossa justiça: afinal quem é mais perigoso? Eles ou elas?]

Estampa: oniricamente medroso
Vibe: Driving you slow - The Gift
tags:
Esticado por AlfmaniaK às 17:05
Esta cueca | Partir um elástico | Engavetar
33 comentários:
De Campeador a 19 de Outubro de 2007 às 07:44
É com grande honra e entusiasmo que venho saudar todos os membros deste Grupo, esperando poder vir a contribuir para uma perspectiva útil em diversos campos de actividade.

Como sou novo, agradeço o favor de me orientarem nos propósitos que me animam.

Um abraço

De AlfmaniaK a 19 de Outubro de 2007 às 08:21
Então, bem vindo à blogoesfera!
De momento não sei como ajudar, mas sente-te à vontade para pedir ajuda.
Sobre linhas condutoras, convido-te a ler o primeiro post deste blog, sempre terás melhor noção do que nos propusemos quando começamos este... humm... projecto(?).

De resto, vai passando pelo blog dos blogs, conduzido pela equipa do sapo.blogs.
De resto, fica o convite para regressares, e já agora, independentemente da tua onerosa visita, tenta comentar os posts, e depois coloca as questões e as boas vindas. Há espaço para tudo!

Abraço!
De Miss Bradshaw a 19 de Outubro de 2007 às 09:57
ora bem......sou gaja orgulhosa.....mas n posso deixar de admitir: as gajas ao volante sao mesmo mais perigosas. =x

inclu-as mesmo na categoria "velhinhos/taxistas".
sim porque quando vou na estrada....sempre na minha e NAO eu NAO PENSO que quando se bate o outro paga! tou-me lixando pa isso! eu kero é o meu carro inteiro! mas sao kuase sempre elas que me pregam valentes cagaços: ou porque vao ao tlm ,a 120 na auto estradas as gargalhadas com a amiga, ou porque trocam de faixa porque sim e nem sequer ligam ao outro coitado que ja la vai,ou porque por irem com uma criança no carro andam a 20km/h.

mas é como te digo , as mulheres ,os taxistas e os velhinhos sao tdos perigosos! os taxistas porque se julgam dono de tudo (e um xamou-me pita x) ), os velhinhos porque ao conduzirem com o queixo no volante n veem puto a sua frente....as mulheres....bem muitas sao um perigo porque teem medo ate de pegar no carro numa rua fexada!

enfim....***
De AlfmaniaK a 19 de Outubro de 2007 às 13:23
Palavra de honra!!!! Reparaste nisso tudo??? Tu observas muito a sério as outras mulheres! Upa upa! Se eu fosse o Alvim, ou um Unas, diria que és uma moça mui interessante! ...mas não sou, portanto vou ficar-me pelo rídiculo desta introdução no meu comentário...


Em todo o caso, a minha opinião é muito pessoal. Mas de uma coisa estou certo, não consigo quantificar ou estabelecer um paralelismo entre géneros para dizer com segurança e genericamente qual o mais perigoso.
Pessoalmente considero as mulheres como um grupo de risco - para mim (claro está! os outros não me interessam...) - porque a condução perigosa de algumas delas, verifica-se em centros urbanos, onde eu ando habitualmente.
Se andasse em vias rápidas... então mudava de opinião!
Acho que varia consoante onde estou!
De Miss Bradshaw a 19 de Outubro de 2007 às 13:50
concordo contigo sabes?
acho que o local tem muita influencia sobre o condutor!
no que diz respeito a centros urbanos as mulheres sao mm perigosas! n sei se será medo de tanta afluencia de transito,mas ficam "atadas" face a recçoes rapidas! ja me consegui desatar um bom bocado LOL

mas nas vias rapidas....ai sim...medo...mt medo...DELES! as xs nem os vemos passar por nos....porque que uma linha recta tem efeito sobre os homens??

***
De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 19:10
olá Miss...
eu podia falar de uma teoria que tenta explicar isso, mas, efectivamente e como disse o Alf, ficaria demasiado extensa (quiçá boçal) por aqui.

apenas que, na verdade, na essência nada tem a haver com manias, nem com desejos de fazer o proíbido, nem com nada do que normalmente é apontado.
tem a haver com uma propensão genética do macho para andar depressa - mesmo a pé, se reparares, os homens tendem a andar mais depressa que as mulheres e são mais impacientes (em tudo) com a lentidão de qualquer processo.
só depois, em cima disso, surgem todas as outras razões ou efeitos (como é o caso do vício na adrenalina; que é real, não uma forma de expressão).

a "linha recta", como é lógico... sugere a possibilidade de acelerar, de ligar o ponto A ao ponto B no mais curto espaço de tempo.
quando se fizeram as primeiras autoestradas a ideia era, precisamente, levar os automóveis a darem os seus limites em proveito desse ganho de tempo.
não existiam limites de velocidade.
mas isso..... já lá vão os tempos.
De mteresinha a 19 de Outubro de 2007 às 10:22
Bom dia!
Antes de mais, deixa-me que te diga que estou absolutamente contra o que dizes!
As mulheres são mais perigosas a conduzir do que homens? Deve ser por isso que acidentes graves ocorrem, invariavelmente, com homens que tem a mania que são pilotos e que a estrada é um circuito de corridas! Ou então com aqueles q bebem vários copos a mais e mm assim não cedem o volante, nem ficam a dormir um soninho para que o efeito do álcool passe.
Todos os dias tenho de pegar no carro e a estrada nacional que tenho de percorrer é bastante perigosa, mas ainda assim, não há um dia em que não passe por um ou dois anormaloides do sexo masculino que ,como sempre, vão a cometer verdadeiras atrocidades pondo-se e pondo os outros em perigo.
Admito que as mulheres se calhar dentro da cidade são mais ofensivas...mas entre estragar chapa ou levar com uma besta (desculpem o termo mas é a realidade) pela frente a mais de 180 Km/h, prefiro a 1ª opção.
Boa condução para todos e respeitem vida!
De AlfmaniaK a 19 de Outubro de 2007 às 13:11
É... dito dessa forma, reconheço que fui um bocado longe...
...mas que fazer?!?!? Eu até tenho pesadelos em que vou na rua descansadinho e de repente salta um cãozinho fofinhozinhoinho para o meio da estrada! Nesse preciso momento uma viatura aproxima-se e - pasmo(!) - é uma mulher ao volante! Ela tem duas hipóteses, mas uma é prioritária: Desviar-se para deixar o cãozinho fofinhozinhoinho ficar são e salvo... e sem mais dúvidas, a mulher guina em prole da vida do canino. Guina como se tudo dependesse do seu poder de Fangio para salvar a vida... guina e espeta-se no muro à esquerda... escusado será dizer que eu estava lá feito idiota!

Isto tudo só para contrastar com as mulheres ao volante e expressões bucólicas como: "Se pensas que passas à minha frente, estás muito enganado!"; "Só porque sou mulher, eles picam-se logo, e depois admiram-se porque eu dou guerra!"; "Esse que espere!"; etc... mas o cãozinho tem prioridade!!!!!!??? Enfim. E ainda bem que não usei um gatinho nesta história, porque senão choravam de emoção...


Sejamo sinceros, porcaria na estrada há em igual número relativo... basta consultar os relatórios da DGV... de ano para ano, os acidentes com o género feminino têm aumentado, já o do género masculino diminuíu!... claro, elas são cada vez mais... tantas! SOCOOOORRRRROOOOO!

P.S.: Idiota ou não, sinto-me mais seguro num carro dirigido por um fulano do que por uma cicrana.

De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 14:34
vai fundo pá !!!
mete lá o gatinho....
que tens a perder ?! vais atropelado na mesma !!!

(ou então... um ursinho de peluche)
((ando com um pó aos ursinhos de peluche que não te digo nada...))
De Angel a 21 de Outubro de 2007 às 23:32
A razão de cada vez haver mais acidentes com mulheres ao volante é muito simples, pois cada vez há mais mulheres a tirar a carta. Antigamente elas nem entravam nas estatísticas porque simplesmente não tiravam a carta!! Desculpa, mas não é indicador válido de que as mulheres são um perigo. Aliás, elas até podem causar mais acidentes na cidade, não sei, e se o fazem acredito que seja por distracção, porque é o que acontece comigo. Mas verdade seja dita, eles são muito mais perigosos!! Podem ter reflexos melhores, sim é verdade, mas falta-lhes o essencial que é juízo para se andar com um volante nas mãos e ter consciência que se anda igualmente com a vida dos outros nas mãos. Não suportam ser passados por uma rapariga, não andam na faixa da direita porque isso é para os pesados e para os lentos, estacionam em qualquer lugar, não querem saber das regras da prioridade, eles são a prioridade, não querem saber se beberam ou não, são homens e nunca na vida deixar a mulher levar o carro, isso é sinal de fraqueza e muitas coisas mais que já aqui mencionaram.
De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 14:12
sinceramente... não te sei dizer o que seja pior, se a panela, se a frigideira.

as mulheres ainda são bastante menos a conduzir que os homens (talvez por isso se vejam mais acidentes com homens) mas, em proporção, conseguiram uma "igualdade entre sexos" muito rápida neste capítulo (talvez por isso as seguradoras foram retirando o tal "bónus" idiota).

infelizmente... não vejo grande diferença de sexo (em mentalidade) entre o gajo arrogante que impõe a sua velocidade de ponta porque tem uma grande piça... ai desculpem, uma grande bomba... e a gaja bimba que pára o todo-o-terreno-citadino no meio da rua, frente à máquina multibanco, só porque se acha "dama".
para mim... iam ambos multados de igual forma.

os homens deviam realmente deixarem-se de dogmas freudianos e as mulheres perceberem que a estrada não é local para exercerem qualquer estatuto de primadonnas.

uma coisa é verdade... a maioria das mulheres por conduzirem maioritariamente dentro das cidades ou em trechos curtos de acesso a elas, ou ainda porque conduzam (na sua maioria) veículos utilitários, têm menos "acidentes graves".

no entanto, uma boa condução não se vê simplesmente no número ou género de acidentes (isso é pura demagogia que muito agrada, por exemplo, a governantes)- antes sim, naquilo que a eles pode dar azo.

a única coisa em que há uma explicação científica para uma clara carência feminina em termos de condução é na dificuldade que têm em estacionar - ainda que não seja uma generalidade, é algo notório na maioria.
tudo indica que tem a ver com dificuldades de organização espacial e a maioria dos investigadores acreditam que esteja intimamente ligada à educação mais tradicionalista.

º

só intervenho no teu artigo porque... com "defeitos machistas" teus ou não, dá para debater, há margem de manobra, não convida simplesmente ao "martelar nas mulheres".

abraços
De AlfmaniaK a 19 de Outubro de 2007 às 14:34
Fico contente pela participação tão construtiva, e ainda bem que dás o benefício da dúvida ao meu defeito machista....

Em relação ao que adianta, concordo e já tinha conhecimento de alguns estudos sobre a percepção espacial de ambos os sexos e a sua implicação para o melhor e para o pior dos géneros.
Em todo o caso, discutir num blog desta natureza a condução e as diferenças entre homens e mulheres a sério seria completamente trivial. Desta forma também o é, mas com jeitinho lá poderemos rir de algo que se vá escrevendo!

Martelar nas mulheres não é o meu forte, elas são simpáticas demais.
Abraços
De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 14:31
variante no assunto ou... mais uma acha na fogueira (como queiram)

tenho uma colega que, afora (e como diz o Alf) deva achar que o código (naquelas coisas mais "pequenas") não foi feito para ela, conduz bem.
eu, pelo menos, não fico em stress a seu lado no carro como o nosso anfitrião (lol lol).

mas como disse... aquelas coisas pequenas... tipo "traços contínuos não se pisam - duplos traços contínuos muito menos - não se estaciona em cima de raias, etc" é trigo limpo farinha amparo...

numa ocasião disse-lhe: - tu, um dia destes, a passares traços contínuos assim... ai levas uma restemenga, levas !!!

resposta: - ahhh... quantas vezes eles já me mandaram parar !!!! (eles = polícias) mas já sabes... um bocadinho de charme e tal, uma lagrimazita e pronto... lá perdoam... lol lol

(é outra daquelas desigualdades entre os sexos... mas esta não interessa acabar com ela, lol lol)

bem... aqui há dias deve ter dado com um polícia gay... por que levou com 125 euros de restemenga.
De AlfmaniaK a 19 de Outubro de 2007 às 14:46

Como se não bastasse, sorte do polícia que não houve nenhum cãozinho ou gato que comprometesse a operação!!!
De mteresinha a 19 de Outubro de 2007 às 14:35
Continuo a preferir estragar chapa..
e é claro que os nº de acidentes com mulheres aumentam se há mais mulheres na estrada, é estatistica certo?!
Achei um piadão à observação que o sextrip fez do carro como extensão do sexo; tá boa real/ isso acontece :)
(este tema dá-me urticária...)
De mteresinha a 19 de Outubro de 2007 às 14:43
ahh e mais uma coisa! tb há aqueles fulaninhos que tem um certo prazer em mandar um mocada no caozito ou gato que vai na berma da estrada, sim sim de propósito! ah ...espera... esses fulaninhos..são homens! epá ..quem diria...
sp era melhor se fossem ursinhos de peluche !
De AlfmaniaK a 19 de Outubro de 2007 às 14:49
Que sensibilidade tão parcial!!!!
Pois eu sou pelos ursinhos de pelúcia (note-se a palavra, tão dengosa)!
Os ursinhos de pelúcia não saltam para a estrada, logo não há perigo!
De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 15:13
não saltam para a estrada, saltam para a cama... que é muito mais desastroso !!!

por uma coincidência incrível, sonhei esta noite que seguía de carro por uma estrada toda atapetada com ursinhos de peluche cor de rosa.
aquilo deu-me cá um prazer !!!
que suavidade no rolamento... nem se dava pelo trabalho das suspensões... uma coisa celestial mesmo... (até acho que gastei menos gasolina).

De AlfmaniaK a 19 de Outubro de 2007 às 15:27
Pronto! Vou ver se escrevo um testamento rápido... acho que é agora que elas vão malhar no nosso defeito machista!
De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 14:57
não foi de propósito... foi para não atropelar o AlfmaniaK
De AlfmaniaK a 19 de Outubro de 2007 às 15:01
...provavelmente a resposta mais bem metida nesta discussão que se revela muito construtiva!
De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 15:02
se até à data sempre houve mais homens na estrada... é claro que há mais acidentes com homens... é estatística, certo ?!

º

é um dogma freudiano muito antigo.
se é certo... é que não sei se é bom discutir.

pois que, se o automóvel é um objecto fálico e tal seja indiscutível.... (...) ... que andam as mulheres a fazer de automóvel ?!?!?
(credo... nem quero pensar nisso)
De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 19:52
já experimentaste Apis ?
De mteresinha a 19 de Outubro de 2007 às 15:18
Tem de ser parcial, o post tb é..;)
Vamos lá ver..eu não referi o carro como objecto de extensão fálica exclusiva/ dá para os dois sexos! que ganância livra...
é estatistica sim sr! mas eu continuo a vê-los todos os dias e são sp homens!! e só fazem merda na estrada! Não ando a sonhar!
De AlfmaniaK a 19 de Outubro de 2007 às 15:25
Isto está a ficar quentinho! É impressão minha ou está calor aqui no blog?
Se quiserem abro uma janela (eu uso windows, janelas não me faltam)!
De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 17:51
acabei de receber um e-mail de um tal Dr. Froiderico que garante que:

"os homens têm grandes carros porque revêem neles os seus grandes pénis".
(okay, pronto, não comento).
"as mulheres porque revêem o clitóris o que, como é mais pequenino, resulta na aquisição de citröens c1, c2, fiates pandas e outras coisitas do género."
(fónix... a minha vizinha comprou um audi Q7 há dias...)

como vês, não é ganância - há uma explicação para tudo.

º

garanto-te... isso é porque só andas numa estrada.
ainda ontem à noite tinhas uma mocinha com o 307 todo desfeito na saída para a zona comercial de Massamá (há curvas que não se devem fazer em 5ª velocidade...).
De mteresinha a 19 de Outubro de 2007 às 15:35
Ou é dos ursinhos de "pelucia" (como tu dizes) por sinal, não fui eu que os trouxe :D
Ou é da minha veia feminista que aparece qd me falam em conduzir!
De mteresinha a 19 de Outubro de 2007 às 18:04
ah que brilhante dedução... então as que andam de jipe.. é melhor nem imaginar..
De AlfmaniaK a 19 de Outubro de 2007 às 18:24
São os clítoris todo-terreno... galgam tudo o que lhes aparece à frente! Faz sentido.

Óh Rapariga, comenta clicando em "esticar elástico" junto ao comentário que desejas responder. O "Partir um elástico é para colocar um novo comentário, o esticar é para manter a continuidade do anterior... a ver se mantemos isto organizado e arrumado para quem vem ler mais tarde!
Não custa nada e a Mãe Natureza agradece!
De sextrip a 19 de Outubro de 2007 às 19:17
« São os clítoris todo-terreno... galgam tudo o que lhes aparece à frente! »

pois exactamente...
agora tu imagina... a mocinha comprou um Q7 !!!!
definitivamente... tenho de meter conversa com ela.
De mteresinha a 19 de Outubro de 2007 às 18:35
ok...não costumo andar nestas lides
De margarida a 14 de Março de 2008 às 10:55
Eu acho que este é um rassunto que está a ser abordado de uma maneira altamente machista e fora de época.
Por várias razões, não gostei do raciocínio nem dos comentários pouco sérios querendo disfarçadamente denegrir a imagem das mulheres na sociedade, até parece que nasceram numa estufa e que nunca andaram de carro com a sua mãe na maior segurança.
Deixam de ser menores e tiram a carta de condução mostrando logo os seus dotes de machista na estrada a passar por cima de tudo e todos, excluindo imediatamente da estrada as mulheres e os condutores mais velhos, sei do que falo.
fiquem bem e tenham mais respeito por quem lhes lavou o rabo e os levou à escola, e deu a sua vida por si.
De margarida a 14 de Março de 2008 às 10:59
Esqueci de dizer que achei ESTICAR O ELÁSTICO muito criativo eu própria uso essa expressão para quem quer abusar e não respeita os outros, quer dizer que está a esticar o elástico, mas cuidado, que os ELÁSTICOS quando são muito esticados tambem se partem.
Fica em Paz

Partir um elástico

O Elástico no Sapo Spot!!


.Lixívia

unidade(s)

.Estendal