.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Remexer gavetas

 

.Cuecas frescas

. Afinal, isto tem um final...

. Vamos a elas!

. Todos gabarolas, todos ig...

. O que os homens querem!

. Uma relação! O ponto de v...

.Cuecas sem elástico

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Elásticos

.Segue-nos!

Quinta-feira, 30 de Agosto de 2007

Trintonas e boas!

Trintonas e boas!

 

É impressão minha ou as mulheres têm um click sexual oculto que dispara aos 30 (mais coisa, menos coisa)?
Durante os verdes anos, que definiria entre a adoloscência até meados dos 20, o apetite sexual das mulheres, salvo raras excepções, é anedótico.
O mais curioso é a disparidade entre este período e o que se segue. O apetite parece ser assumidamente voraz. Os preliminares deixam de ter conotação amorosa e passam a ser claramente sexuais. Qual é o jovem que não anseia por ter uma boa sessão de sexo com uma trintona?

 

E assim a questão que se coloca é: porque é que só lá para os 30 é que elas acordam para o sexo propriamente dito? Eu não vejo outra razão senão a de que são idiotas (Vá atirem-me pedras).
Não quero afirmar que sejam idiotas no sentido pejorativo da palavra, mas como um "sinónimo choque" de cegas ou orgulhosamente sós com os seus sentimentos.

 

De facto, é normal nas 1ª experiências sexuais, ser o gajo a insistir com ideias e devaneios sexuais. É normal assistir a comentários de pitas que afirmam que um "bico" é nojento. É normal assistir a jovens acharam o sexo anal algo penoso e horrível... é normal as miúdas não gostarem de um tau tau bem dado nas nalgas, e nas mais adiantadas, ainda é normal ser-se totalmente contra o "engolir"!
Sim!! Isto é tudo normal até experimentarem. E para primeiro que experimentem, um gajo tem de suar para as levar a fazer, a experimentar... uma, duas ou até três vezes. E depois, surpresa... até gostam!!


A idiotice disto tudo, é que, aparentemente, só lá na casa dos 30 (não é matemático, mas é coincidência a mais) é que parecem descobrir a pólvora. Só por esta altura é que a liberdade sexual é assumida. Só aqui é que parecem ter noção da vantagem de se ser pro-experiência! Porém ninguém reconhece o empenho do jovem que esteve por trás de toda aquela construção do ser sexual que há na mulher.

 

Mais uma vez, isto aplica-se a um universo, felizmente em cadência. A emancipação feminina, a ausência de tabus, a reformulação de valores, tem contribuido, em muito, para que isto não se verifique como antigamente, por outro lado, é uma realidade que está presente e é inegável que as mulheres demoram a dissociar a emoção "amor" da acção "sexo".
...e os homens? Gostam! Pouco há para discutir, apenas reflectir (até porque idiotas há por toda a parte).

 

Para concluir, os efeitos bonitos (ou idiotas) são: As mulheres em "formação sexual" sugerem ser ingénuas por alinharem no que o parceiro quer após discurso coercivo idiota (amor e balelas assim), alegam ser difíceis quando na realidade são é medrosas, e finalmente são idiotas porque perdem muito tempo por não arriscar mais, ordinariamente falando, e vão adiando o que é bom.

 

No meio disto tudo só fico com uma dúvida: Porquê só lá para os trinta? O apetite sexual é sinal de maturidade?

 

AlfmaniaK

Vibe: Sex & The City - Theme
Estampa: Parcial
tags:
Esticado por AlfmaniaK às 16:48
Esta cueca | Partir um elástico | Engavetar
56 comentários:
De sextrip a 7 de Setembro de 2007 às 00:23
pró caraças... que ainda estou de férias.
só comento isto:

excelente artigo Alf - vai prós meus escolhidos

abraços
De AlfmaniaK a 9 de Setembro de 2007 às 20:58
Fiquei contente com tal reacção!!!!
Abraço!

Partir um elástico

.Estendal