.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Remexer gavetas

 

.Cuecas frescas

. Afinal, isto tem um final...

. Vamos a elas!

. Todos gabarolas, todos ig...

. O que os homens querem!

. Uma relação! O ponto de v...

.Cuecas sem elástico

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Elásticos

.Segue-nos!

Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

A comunidade do engate - A Blogosfera foi conquistada!!

Blogosfera conquistada? Toda não, ainda cá temos homens!!

 

 

Mau_Feitio sugere...

A comunidade do engate

 

O Elástico da Cueca decidiu escrever. Sei que é uma surpresa para todos, costumamos estar mortos durante dias a fio devido à falta de detergente e água quentinha para lavar a roupinha intima. Só que desta vez surgiu um tema mais cedo, pela cabeça "atravessada" do nosso querido AlfmaniaK. A comunidade dos blogs. São mais gajos, mais gajas? Que andam por aqui a fazer? Será uma forma de engate? Como escrevem ambos os sexos? Quem domina o espaço?

 

As mulheres, somos nós que mais uma vez dominamos. Temos mais jeito para esta coisa da escrita, a inteligência, a "mariquice das letras". Os homens são a percentagem menor. Para além de serem menos são poucos os que escrevem bem. Pergunto, o que andam por aqui a fazer? Aposto que, aprender como se escreve. Cuscar o mundo das gajas e ver se há alguma que morda o isco. Encontrar a gaja com inteligência. Passar o tempo. Engatar. Aprender a escrever. Engatar. Engatar. Já tinha dito?

 

Admito que há por aí muita gaja com desilusões amorosas, que metem dó e só sabem relatar a dor, a desilusão. São elas também que adoram contar a noite de sexo que tiveram com o primo da outra, ou a queca que deram (apenas em sonhos) com o companheiro. Lá está, somos emotivas. É no blog que se descarrega a raiva, quando existe, os segredos, as fraquezas. Usamos a escrita como meio terapêutico.

 

A escrita dos gajos? Posso chamar escrita? Parece que estou ofender a língua portuguesa. Meia dúzia de palavras sobre futebol, fotos de gajas, programas de televisão, futebol e gays. São limitados, tadinhos. Claro que no meio disto tudo, vão lendo os blogs das gajas e sempre que apanham uma mais frágil é deixar o comentário queridinho, um mail mais fofinho e mais um passo e estão apaixonados por tudo e mais alguma coisa.

 

A Internet está a evoluir, juntamente com o engate. Antes eram as salas de conversação, actualmente o engate passa também pelos blogs, onde parece que as coisas se fazem com mais inteligência. Afinal, temos comunidade de engate!

 

 


 

 

AlfmaniaK comenta...

A Blogosfera foi conquistada!!

Questão pertinente, senão mesmo fundamental, nem que seja para aprender a identificar targets e/ou reconhecer quem nos lê!!!

 

Ora bem. A blogosfera é um conceito que resulta da deturpação da função e utilidade inicial da ferramenta blog.
O que dantes pertencia ao mundo dos homens, isto é: feito por homens e para homens, agora parece ser o melhor que as (ou algumas) mulheres conseguiram fazer: transformar uma ferramenta de trabalho numa comunidade, e como se não bastasse, uma comunidade – diga-se mundo – de mulheres, isto é: feito por mulheres e para mulheres.

 

Tenho a ideia que há mais mulheres activas na blogosfera que homens. São elas que ditam as regras. E eles, subordinados que são, seguem-nas com o primor que lhes é reconhecido.

 

Aparentemente, há um consenso entre a Mau_Feitio e eu, a blogosfera está convertida numa “Zona E” (Zona de Engate), na minha modesta opinião onde há fêmeas há engate, tão simples como isto. Mas aqui o engate é algo de superior. Um exercício de nível, com regras de exigência, que não está ao alcance de qualquer um.
Senão vejamos: as mulheres que passeiam por aqui – uma boa maioria – são mulheres com opinião formada, com certezas, com experiência e são pró-experiência, sem tabus e sem vergonhas. Todas têm mente aberta!. Não condenam e não deixam ser condenadas. São Mulheres com M maiúsculo. As tolinhas? As infelizes? As mulheres que servem de carne para canhão? Lá estão no bar ou discoteca a olhar para o seu queridinho que a acarinha com palavras doces como por exemplo: “Cala-te estúpida!”.

 

Nós, “gajos” da blogosfera, somos um reflexo disso mesmo. Parece que nenhum corresponde ao homem comum. Somos fulanos atentos, simpáticos, SEMPRE sem segundas intenções, apenas amigos... enfim! Haja paciência. Ou escrevemos poesia e damos atenção às meninas que nos comentam ou escrevemos sobre informática e bola e nem sequer lemos o que escrevemos... somos homens, enfim!
Das duas uma, ou somos “ameninados”, ou somos homens caçadores de Mulheres com M maiúsculo. E assim sendo alguém anda a enganar ou a deixar-se enganar...

 

A blogosfera é, agora, uma ferramenta de engate invertido, sem querer elas vêm para aqui criar – com fórmulas terapêuticas – um clube privado de possíveis amigos “especiais”... ou não? Acho que fomos conquistados... e ninguém se queixa!!

 

 


 

 

Assim a pergunta que se coloca é a seguinte:
Afinal, isto é um mundo de mulheres ou não? Tu que nos lês és homem ou mulher?

Como sempre, têm duas opiniões. Leiam, tomem nota e opinem (se tiverem cuecas para isso, claro!) e aproveitem para responder ao nosso pseudo-inquérito aqui à direita.
Obrigado!

 

AlfmaniaK - Mau_Feitio

 

Estampa: Inquisidores
Vibe: Girls Just Wanna Have Fun - Cyndi Lauper
Esticado por AlfmaniaK às 20:04
Esta cueca | Partir um elástico | Engavetar
71 comentários:
De sextrip a 22 de Outubro de 2007 às 20:21
se estão à espera que vá contar esta tralha toda para saber se são mais rachinhas ou palhinhas... tirem o cavalinho da chuva.
De AlfmaniaK a 22 de Outubro de 2007 às 21:03
Contar-contar no verdadeiro sentido da palavra não digo, mas opinar sobre a sensação que tem quando "navega" pela blogosfera já é uma boa ideia!
De sextrip a 23 de Outubro de 2007 às 08:52
okay,,, vou pensar no comentário "à séria".

ainda que já saiba que a conclusão final deve andar perto do... as mulheres têm mais blogs e andam cá por causa de afectos e nós, os gajos, para dar fodas... isto é interessante.

apenas que... sou maçarico nestas andanças - o meu blog foi a primeira (e até ao momento, única) experiência nestas coisas.
donde, a minha "experiência" resume-se a algumas dezenas de blogs que espreito e menos ainda em que intervenho.
De sextrip a 24 de Outubro de 2007 às 10:26
repara, por exemplo:

com frequência diária, leio o Elástico (meio por meio), o Crestfallen (homem), a Infiel (mulher), o Textículos (homem), a Someone-else-but-me (mulher), a Funda São (equipa mista, lol), a Maaf (mulher), o Supreme (homem) e etc.
isto... na Tag Sexo (digamos).
ou seja... não foi propositado, aconteceu simplesmente que há um certo equilíbrio entre os sexos - pelo menos, nos interesses que me movem.

por interesse profissional pesquiso outra tag onde leio 4 blogs, todos de homens.
(provavelmente... se pesquisasse algo sobre enfermagem leria mais blogs de mulheres, não sei - apenas é uma área profissional ainda mais "feminina").

se pesquisar a tag "amor", terei uma muito maior presença feminina (creio) mas também... verei uma enormíssima variedade de formas e com uma qualidade que vai do zero à excelência.

quanto à qualidade da escrita (de uns de outros) nem sequer comento.
é perfeita idiotice caracterizar um sexo ou o outro.
De sextrip a 24 de Outubro de 2007 às 11:21
« verei uma enormíssima variedade de formas e com uma qualidade que vai do zero à excelência. »

curiosamente já vi alguns "zeros" (sem dúvida alguma, nem parcialidade) que ostentam rimas de "nomeações" e mesmo com "destaques"... mas isso... já seria previsível, lol lol...
De AlfmaniaK a 24 de Outubro de 2007 às 13:28
Bom, desde que,segundo a tua avaliação, não sejamos zeros já fico muito contente.

Em relação à análise feita, oferece-me dizer o seguinte:
A blogosfera é imensa. Será muito difícil fazer uma leitura conclusiva sobre a comunidade no seu todo.
Mas isto não impede, que com algum discernimento não se faça uma especulação sobre a evolução desta ferramenta.
Eu suponho que seja uma zona de "engate"... é redutor, mas é uma consequência natural quando num mesmo espaço temos muitas mulheres que se manifestam com alguma liberdade acrescida. Exemplos paralelos serão as discotecas e bares!
Mais, sugiro que este zona de engate tem regras delineadas pelo sexo feminino. Daí concluir que a blogoesfera é um mundo feito por elas e para elas. Isto porque os homens parecem ser de uma concordância... humm... desconhecida, face aos exemplos paralelos dados. Isto é, aqui parece haver claramente um interesse em agradar às senhoras.
Agora como é que se separam as águas e esse interesse é algo de pura boa vontade ou de algo mais?

Claro que esta abordagem é-me externa, eu por exemplo não ando para aqui, nem para ser amigo, nem para engatar... ou ser simplesmente agradável. Comecei a participar na blogosfera por curiosidade e aderi porque gosto de discutir. Tão simples como isso.
Este blog é-me muito interessante porque desafia-me (AlfmaniaK) a colocar questões e tentar sustentá-las, independentemente de eu (Afonso) concordar ou não com as mesmas.
É um desafio apaixonante e que me dá imenso gozo! O Elástico da Cueca é um blog que nasceu com o objectivo de criar polémica, e de preferência fácil (a dita peixeirada) e penso que estamos a conseguir manter o objectivo sem cair num rídiculo estúpido de insultos e razões infundadas sustentadas na opinião pessoal... pelo menos é assim que vejo as coisas.

Aqui, neste blog, o debate é aberto, e só ganhamos com isso!... desde que haja debate, claro!
De sextrip a 24 de Outubro de 2007 às 14:25
o "agradar às senhoras" é algo que nos transcende e que não há forma de contornar - seja aqui, no autocarro, na empresa... faz parte da natureza humana, vertente masculina.
porém, isso, por si só, não define um pressuposto de tentativa de "engate" ou sequer de sedução - é algo bastante mais profundo.

não sei qual foi a ideia original na base dos blogs - não sei se foi uma necessidade profissional, se foi masculina ou feminina.
em certa altura, para mim, os blogs eram uma forma de as pessoas escreverem diários e de os divulgarem.
talvez porque, na altura, quando fui ver alguns, eram artigos sobre viagens, férias ou mesmo "diários".
depois encontrei alguns sobre política e pensei que seriam uma forma daqueles que não podem ter colunas em jornais poderem dar opiniões ou mesmo escreverem artigos inteiros.
ou seja... a minha própria opinião acerca dos blogs foi-se modificando e fui vendo que as opções para criar um blog são das mais variadas.

se tiver em atenção tudo isto (mesmo não sendo "viajado" pela blogosfera) não posso ver onde estará esse mundo feito por elas e para elas...

no que a amor, sexo e todas as questões limítrofes diz respeito... vejo a net (não apenas os blogs) como algo que veio permitir à mulher (género) uma liberdade de expressão que lhe foi negada durante muitos anos.

quantas mulheres "antigamente", mesmo já em idade adulta, mantinham um diário ? milhares !!
agora, podem fazê-los mais abertamente, menos "em silêncio" que antes, podem colher opiniões, etc, sem riscos de maior.
é um aliciante difícil de ignorar e com uma forte adesão que é de esperar.

das "concordâncias" masculinas avulso :
mantenho aquilo que já comentei - é um reflexo.
agora... há casos, pura e simplesmente, mais gritantes que outros.
tens ninos que na sua área de "amigos" só têm ninas, que só vão a blogs de ninas, que só comentam as ninas e que sempre, mas sempre, são coadjuvantes, amiguinhos, compreensivos e etc... que nunca, mas nunca, escrevem um artigo uma nina possa não gostar(é só mel...).
os seus intuitos são visíveis, nada de invulgar.
e muitas gostam ou necessitam disso.
há uma oferta e uma procura.
portanto, a velha questão do "engate" é a mesma, aqui ou fora daqui.
De AlfmaniaK a 24 de Outubro de 2007 às 15:02
Fantástica exposição sobre o tema.
Sou obrigado a concordar em todos os aspectos, porque a relatividade está muito presente, ainda assim esta é uma interpretação muito correcta do global!
De facto o blog veio abrir muitas portas à voz feminina... não tinha visto as coisas apenas dessa forma, confesso. Concentrei-me muito na questão sexual da condição humana.
Enfim, palavras para quê? É isso mesmo, bravo!
De Cláudia Oliveira a 23 de Outubro de 2007 às 00:32
Tu não precisas de contar, basta tentares ler.
De sextrip a 23 de Outubro de 2007 às 08:46
falhaste...
De Cláudia Oliveira a 24 de Outubro de 2007 às 00:49
Desculpa, não sabia que eras assim...

Também posso rir. Olha para mim sem bonequinhos.
Ahahahahaha

Partir um elástico

.Estendal