.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Remexer gavetas

 

.Cuecas frescas

. Vamos a elas!

. Todos gabarolas, todos ig...

. O que os homens querem!

. Uma relação! O ponto de v...

. Amantium ira redintegrati...

.Cuecas sem elástico

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Elásticos

.Segue-nos!

Quarta-feira, 12 de Março de 2008

Vamos a elas!

...e está feita a conversa!!

 

Houve alturas em que parei para pensar como é possível que certos fulanos (cujas características me abstenho de comentar - mas adiantemos que desdentado, trolha, bruto e que veste a camisa para ir à discoteca, são bons adjectivos) consigam ter sucesso junto do sexo feminino.

Falo de fulanos solteiros que se encontram em discotecas no engate, ou em chats no engate, ou em qualquer outro sítio no engate. O comum nisto, é que de facto lá vão tendo as suas pérolas... e de facto, algumas são deveras questionáveis, dado o indivíduo que seduz. (o que me provoca uma inveja atroz)
Para este tipo de observações, a justificação que já me foi dada - muito plausível - é que uma proposta indecente, colocada de forma descomprometida e sem receios, a 20, 40 ou mais fulanas poderá surtir efeito. Basta que uma responda "sim".

 

De facto o método tem sustentabilidade, caso contrário, à muito que estes "engatatões" já teriam desaparecido... mas isto levou-me a outra questão: Qual é a fulana que vai aceitar uma proposta deste calibre a um sedutor - claramente de calibre inferior (diria eu)? Sendo que a fulana é bem dotada e apta a receber propostas melhores... ou pelo menos de remetentes melhores!?

Algumas poderão alegar que em relações deste calibre há algo nestes fulanos que de facto despertam a mulher, originando relações ao estilo do Fred Flintstone e Wilma, ou Peter Griffin e Lois... enfim, algo mágico como o Shrek e a Fiona... não questiono estas alegações, mas que pensar disso?

 

Bom, isto leva-me a crer que o apetite sexual consegue superar o dito "a mulher sabe o que quer", pois a única justificação que verifico para esta aceitação - além da curiosidade repudiante - é que a mulher está tão "esfomeada" quanto o pseudo-sedutor. Ao ponto de aceitar qualquer "coisa" que a satisfaça! Ou isso, ou então é tão tímida, tão fechadinha, tão... tótó(!) que não consegue ir atrás do que quer, e resta-lhe que a caca lhe fale... lamentável!

 

(..se bem que é igualmente lamentável que estes indivíduos façam deste método de engate a sua fórmula de sedução!)

Estampa: Invejoso
Vibe: Queen- Somebody to Love
tags:
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

Todos gabarolas, todos iguais!

Posso oferece o café?

 

Ser mulher compensa (ainda bem)!
Ser homem, pode compensar (desde que fique de bico calado)!
Em discussões sobre a vantagem feminina e a igualdade social, há sempre um privilégio, entre outros (claro), que elas se recusam a prescindir. O direito ao copo pago numa saída à noite!
Uma das reminiscências do galanteio mais erudito, que sobrevive nos dias que correm, como método de possível sucesso junto das mulheres, é o famoso pagar do copo, ou de um café… só para se conhecerem melhor, claro!
Nalguns casos, concordo que assim seja. Mas daí a ver num balcão barmans a pagar copos a torto e a direito, às miúdas mais engraçadas, só para manter um “cool ambience”, mexe com o meu juízo.
Já vão surgindo mulheres com orgulho que se recusam, e exigem ser elas a pagar tudo. O que torna toda a questão num pau de dois bicos, ora se por um lado é chato ter de pagar copos, pior é se for ela a recusar as ofertas. Mas isto não invalida a minha indignação.
Porque se elas saem e bebem sem prejuízo financeiro, já os que investem… enfim.
Como senão bastasse, muitas vezes, gabam-se de ter calcorreado bares e discos, ter dançado e bebido até às tantas… sem gastar um tusto!!
E depois chateiam-se se um gajo se gabar por ter “comido” fulana e cicrana… à pala de um copo, ou do que for!!!!
 

Por favor, atinem-se!!!! Se gostam de beber gratuitamente, sejam coerentes com a vossa receptibilidade à oferta!

Estampa: Engraçadinho
Vibe: David Fonseca - Kiss Me, Oh Kiss Me
tags:
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

O que os homens querem!

Isto caiu no esquecimento! Desmembrou-se até ao tutano… mas tal não é impedimento para que continue a deixar aqui temas com perspectivas completamente sexistas e redundantes.

Por isso mesmo, e orgulhosamente só (como é óbvio) cá fica mais um para a colecção!

 

Deus quer, o homem sonha... o resto é conversa! 

  

 

Se perguntarem a um homem o que procura numa mulher as respostas obedecem a um padrão. Isto é, normalmente as respostas sugerem valorizar a mulher e, por reflexo o homem que a procura.

Assim a mulher que procuram deverá ser (mais ou menos): inteligente; que saiba conversar; sofisticada; divertida; tão bonita por dentro como por fora; etc. e tal…

Os mais sinceros ainda adiantam: Boa educação, e bom humor… dentro dos padrões deles. Por último, bonita (ou será não feia?) e boa na cama.

 

Ora, disto tudo, concluo que são um monte de disparates.

Primeiro: nunca vi, até hoje um fulano na discoteca comentar “Olha-me aquela! Parece ter classe… e ser divertida. Repara como fala!... Epá, está a mexer comigo, vou pagar-lhe um copo!” Pois é… acho que ninguém vai gostar disto… mas um gajo que é gajo não procura mulheres pela inteligencia, boa-educação, e todas aquelas características que pintam.

Se considerarmos a genética, um homem procura para sua parceira (sim, parceira, companheira, amante, etc…) uma mulher sexualmente atraente. Que seja excitante no sexo, e “boa como ó milho” – passo a expressão. Por outras palavras: sexualmente saudável!

Socialmente falando: um homem procura uma parceira que seja sexualmente atraente. Que seja excitante no sexo e “boa como… hum… como um troféu”!

Isto tudo dentro dos “standards” de cada um, claro…

 

Enfim… só para dizer que os critérios de escolha de uma parceira passam por razões tão simples como sexo, sexo… e talvez sexo. Aliás, todos os outros critérios que servem nas respostas politicamente correctas, seriam um belo empecilho na escolha da parceira.

Já as mulheres, regra geral parecem ser mais objectivas ou sinceras… já que as respostas delas passam por caracterizar o homem ideal como sendo alguém que as faça rir, que seja forte em boa medida, e bom na cama (literalmente). – Claro que isto pressupõe que a mulher sabe o que quer, tema que dá para outro post.

 

Em todo o caso, porque é que nós, homens, damos aquelas respostas quando nos perguntam como é uma mulher ideal?

Porque aqueles são os critérios usados no dia-a-dia que servem como filtro nas amizades. Um comportamento humano normal é fazer perguntas para conhecer o próximo. A intuição e a capacidade de dedução habitual, que identificamos como senso comum, servirão ao objecto interpretativo.

Recordando que as respostas servem de reflexo, do homem que as dá, e assumindo que as mulheres sabem que as respostas são tão verdadeiras como as intenções deles… só me resta concluir que os homens, nesta matéria, gostam de passar por estúpidos! Por outro lado, as mulheres que aceitam tais respostas como verdadeiras serão mais estúpidas. Enfim… e adiante!

 

Uma mulher que saiba estar, eloquente, inteligente, divertida, etc. e tal, é uma mais-valia como amiga. Porém, qualquer uma melhor na cama e sexualmente mais atraente terá melhores hipóteses em satisfazer um homem e o que este procura.

 

Por mim, não tenho problemas… uma mulher, a sério, é gira (mas mesmo gira) e boa na cama…

Diga o que disser, a verdade é que não procuro muita coisa. Além de ser bonita e que ofereça sexo de qualidade (sublinhe-se qualidade)... e se ela for difícil, tanto melhor (mas isto sou eu!)

 

Para conversas inteligentes tenho as amigas!

Estampa: Menos estúpido...
Vibe: Pink - Stupid girls
tags:

.Estendal